Esperamos que todos se sintam bem nesta pagina. Abrimos esse espaço para livre informação sobre nosso assunto em comum: Tricô à Máquina! Sua participação é muito importante para nosso constante aprendizado.

terça-feira, julho 04, 2006

Dicas para sua máquina


Regulagem :A sua máquina tem, no carrinho, um botão giratório com vários números impressos (e pontinhos também, dependendo da marca da sua máquina) . Esse botão é que vai determinar a REGULAGEM do carrinho, ou seja, qual o tamanho dos pontos que o carrinho deverá produzir.Quanto MENOR o número, menor será o ponto; quanto MAIOR for, maior será o ponto. Como as máquinas de 200 agulhas são apropriadas para fios médios, a regulagem também deve ser média. Assim, inicie os testes de regulagem exatamente NO MEIO dos seus números: se o botão tiver números de 0 a 8, o meio será o 4. Se sua máquina tiver regulagens previstas de 0 a 10, o meio será o 5.Maiores detalhes são encontrados na apostila 1 do curso "Tricô a Máquina", que vem, inclusive, com AMOSTRAS TECIDAS dos fios mais comuns. Com elas você poderá determinar a regulagem ideal da sua máquina, para obter a malha adequada a estes fios.Se tecer com a frontura, observe que APENAS o início dela, chamado de AMARRAÇÃO INICIAL, deverá ser tecido na regulagem z-e-r-o. NENHUMA BARRA, seja ela 1x1 ou 2x2 ou de qualquer outra variedade, deve ser tecida na regulagem zero. Logo após a Amarração Inicial, aumente a regulagem DOS DOIS CARRINHOS (o da máquina e o da frontura) para evitar que sua malha fique excessivamente apertada. Malhas caneladas apertadas tendem a lacear rapidamente por falta de elasticidade: as fibras do fio acabam cedendo e, uma vez "soltos", nunca mais retornam à posição original....! É preciso ressaltar que CADA MÁQUINA pode ter uma regulagem diferente, mesmo que sejam da mesma marca e modelo. Portanto, jamais confie totalmente nas instruções de que essa ou aquela roupa deve ser tecida na regulagem "x" ou "y". Assim como dois automóveis de mesma marca e modelo, fabricados no mesmo dia, podem ter características diferentes (como embreagem mais alta ou mais baixa, acelerador mais macio, etc.), as máquinas de tricô também podem ser bastante diferentes umas das outras...


Lubrificação: Sempre que estiver usando sua máquina por um período contínuo de tempo (meses), a intervalos regulares (uma vez por semana, por exemplo) passe o dedo nos TRILHOS, por onde o carrinho desliza. Se você não sentir oleosidade alguma, é mais que hora de lubrificar a máquina! Use SEMPRE o óleo que acompanha sua máquina de tricô ou então óleo apropriado para máquinas de costura. Antes, porém, você deve executar a limpeza da sua máquina.- PRIMEIRA ETAPA: LIMPEZAUsando um bico fino, passe um aspirador de pó por toda a máquina. Usando guardanapos de papel, limpe-a. Certamente uma sujeira negra (óleo sujo) vai impregnar seus guardanapos.- SEGUNDA ETAPA: LUBRIFICAÇÃOUsando o tubinho de óleo da sua máquina ou então um COTONETE embebido no óleo para máquinas de costura (cuidado para não pingar óleo desnecessariamente!), lubrifique os trilhos, em toda sua extensão. Lubrifique também a haste das agulhas (haste é a parte altinha que aparece por entre as ranhuras da máquina), porque as hastes de cada agulha sofrem violenta fricção contra o carrinho da máquina, a cada carreira tecida. Portanto, trate de tê-las lubrificadas mas SEM derramar óleo. Lubrifique também o mecanismo do carrinho: vire-o de "cabeça para baixo", limpe-o e lubrifique todas as partes móveis.Se você tiver a Frontura, faça, nela, a mesma coisa!! Manter uma lubrificação adequada conserva sua máquina e a deixa mais leve, mais fácil de ser operada. Com isso você se sentirá menos cansada e seu trabalho renderá mais!


Barra de Espuma :As máquinas de tricô mais modernas têm uma barra metálica, forrada com uma fina espuma. Essa barra precisa ser retirada quando se quer, por qualquer razão, trocar uma agulha. No Manual de Instruções das máquinas há detalhes sobre como se deve trocar uma agulha.Essa barra de espuma tem duração limitada; não é uma peça que dure a vida toda. Habitualmente precisa ser trocada aproximadamente de 2 em 2 anos.- SINTOMAS DE DESGASTEUm dos sintomas do desgaste da barra de espumas é a batida das agulhas no interior do carrinho, que podem, com isso, ficar trancadas, especialmente se estiver tecendo com o uso de cartelas. Elas também podem bater, e até ficar engatadas, no metal do basculante.- PROTEGENDO DA UMIDADESe você residir em local úmido, a troca precisará ser feita com maior frequência.A espuma absorve umidade do ar. Com isso, ela tende a perder sua capacidade de expansão e pode até se desfazer; se ficar muito tempo em contato com as agulhas, pode provocar o aparecimento de ferrugem. Assim, tenha duas coisas em mente:A cada 3 anos, no máximo, troque a barra de espuma.Se você for guardar sua máquina por um longo período (mais de 20 dias), RETIRE a barra de espuma da máquina e guarde-a separadamente (longe da umidade). Esse pequeno cuidado fará com que ela dure mais tempo.A barra da frontura não tem espuma na maioria das máquinas e, por isso, você não tem muito o que se preocupar com ela. Apenas a Lanofix usa, na frontura, uma barra com a mesma espuma. Portanto, cuide dessa barra da frontura Lanofix com o mesmo cuidado com que trata a da máquina.

Naldo

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home